Escalando montanhas

Recentemente fui muito tocado por uma mensagem de um grande amigo meu. No seu texto ele escrevia a importância de confiarmos no amor de Deus e usou como exemplo uma foto em que eu subia uma das montanhas do Topo do Mundo em MG carregando minha filha Lara Sophia.

O que me chamou a atenção foi o fato de como ele comparou aquela ação que eu realizara com tamanho amor e cuidado pela minha filha e digo a vocês não foi algo tão fácil de fazer.

Porém, quero escrever esse artigo sobre uma outra ótica: o de como é importante não desistir apesar das circunstâncias.

O passeio

Era uma bela tarde ensolarada em MG e nós estávamos aproveitando para conhecer alguns lugares legais após grandes dias de conferência, então resolvemos fazer esse passeio no Topo do Mundo-MG, porém quando chegamos ao local deparei que teríamos que caminhar cerca de 45 minutos até chegar a montanha mais alta e poder deleitar-se da ótima visão que aquele topo oferecia.

Só que nesse momento percebi que a jornada seria ainda mais difícil pra mim pois minha filha não queria andar (e nem era muito propício pra ela naquela terra rochosa), então por um momento pensei nas dificuldades das subidas, do que teria que enfrentar (cansaço, dores, retorno) para que chegasse aquele lugar.

Mas então continuei…

A caminhada

Algo que me chamou muito atenção é que mesmo com todo o cansaço e dores que eu ia sentindo, eu ficava cada vez mais disposto e motivado a chegar pois via todos subindo com inteira dedicação a alcançar o seu objetivo, e eu me sentia na obrigação de poder chegar aquele topo com minha filhinha em meus braços e isso é algo inteiramente importante, pois quando temos um alvo, não há cansaço, dores e dificuldades que nos consigam parar pois sabemos onde queremos chegar.

A recompensa

Ao chegar naquele topo, o olhar das pessoas admirando, sorridentes e ao mesmo tempo também cansadas pela caminhada e também aquela linda visão, aquela sensação de que conseguira “chegar lá” era a maior recompensa.

Nossa vida é como escalar uma montanha, dificuldades aparecem no caminho, pedras podem querer nos atrapalhar, o cansaço e as dores tentarão nos fazer desistir mas é nessa hora que lembramos de tudo aquilo que nos faz sonhar, de tudo aquilo que nos move e da vontade de alcançar os nossos objetivos é que nos irão impulsionar a nunca desistir.

Deixe uma resposta